12.11.2011

PRESSÃO

    As ultimas semanas têm sido o total pânico - basicamente já quase não tenho vida social devido à escola. Ando de nervos em franja, mal durmo, como mal, e à conta disso tudo adoeci e estou com tantas aftas que mal falo decentemente. 
     E mais que nunca, tenho andado a pensar. Nunca me dediquei com tanto afinco à escola, porque sinceramente, nunca me custou. Sempre fui o género de aluna que sem esforço tirava boas notas. Porém, chego ao secundário, e tenho o azar de ir para um liceu em que os professores, para darem a impressão de serem exigentes, não dão boas notas. Tão simples quanto isso. Aqui, 18's e 19's são para aliens, para humanos NUNCA. E agora, motivação? Pois, pois.
    O que é facto é que no ano passado, no meu 10º em artes, com a falta de vontade que tinha, limitei-me às notas que ia tirando, com o mesmo esforço que punha na básico. Acabei com uma média de 15. E este ano? Este ano, comecei as aulas mesmo a bulir, e não tem compensado. Está tudo a cair em cima de mim.
     Depois ainda dizem que a adolescência é a melhor altura da vida de uma pessoa, que não devemos deprimir, e toda essa conversa bonitinha. A adolescência? A adolescência, para quem seja ambicioso em relação ao futuro, é para estudar até cair as pestanas! Odeio pensar que é assim, mas cada vez acho mais que é a realidade.
     Por isso, tenho um plano. Que se foda a adolescência. Cada vez mais os jovens a vivem nos seus early 20's, e se isso for preciso para alcançar os objectivos que quero, então que seja. É assim - o sistema é nojento, as pessoas não deviam depender do sistema de ensino para ter bons futuros, até porque as escolas já não ensinam nada. Devia haver melhores métodos de ensino, mais personalizados, com metas humanas, não metas para sobredotados. A infância e adolescência deviam ser vividas como deve ser, devia aprender-se mais pela experiência e não por regras estúpidas que professores incapazes e livros desactualizados nos ditam.

     Enfim, eu stressada. Que tenham um melhor domingo que eu. 


3 comentários:

  1. olá. tenho a dizer que concordo com tudo o que disseste.
    sabes aquilo que os professores dizem no inicio do 10º ano para termos cuidado porque é uma mudança muito grande? BELA TRETA! o 11º ano é o pior dos 3. por isso não desanimes, o 11º é mesmo o mais puxadote.
    quanto ao sistema, está muito mal claro. e é por isso que ás vezes penso que deveria ter nascido "no tempo dos meus pais".

    Bem para não me alongar (mais) tenho só a dizer que adoro a tua originalidade. :)
    BJS

    P.S: como, quando tinha um blog, detestava que não se identificassem, aqui vai:

    http://www.facebook.com/profile.php?id=1733457488

    ResponderEliminar
  2. lá está! o 11º deve mesmo ser o pior, já que no 12º é mais estudar para exames que outra coisa.. não estou com tempo livre nenhum pah.
    é que é mesmo, nascer no tempo dos meus pais é que era, até porque sempre apanhava boa música!
    obrigada, beijo <3

    ResponderEliminar
  3. concordei a 100% com tudo o que disseste. estou a passar pela mesma situação; estou também no 11ºano e estou mesmo em baixo com a escola. é frustrante mesmo. e os professores em vez de ajudarem só criticam também. que damn life -.-

    ResponderEliminar